NOVO GRUPO CASA VERDE INFORMA (BANCOOP INACABADO)

NOVO GRUPO CASA VERDE INFORMA:
==========================================
NOVA VITORIA CONTRA  A OAS NO MAR CANTABRICO
Juiz deixa claro que não precisa pagar se quitou o termo
de adesão a BANCOOP
E diz que sentença vale para escriturar.
Veja como é simples:
Nesta SECCIONAL a OAS entrou no lugar da Bancoop !
Se entrou no lugar da Bancoop ela é SUCESSORA DA BANCOOP
Se é sucessora da Bancoop, e você pagou a  Bancoop ela
nada pode cobrar.
Tem que lhe dar a quitação sem qualquer custo!
Esta SUPER VITÓRIA demorou 4 meses!
A pessoa tinha assinado com a OAS e conseguiu anular em 4 meses.
===============================================
1088972-66.2013.8.26.0100 (PROCESSO DIGITAL)
Juíza de Direito:
Dra. Maria Fernanda Belli
Walter e Bruno moveram ação contra Bancoop e OAS:
OAS informou o valor atualizado do imóvel, no valor de
R$ 519.400,00, e condicionou a entrega das chaves ao pagamento
da diferença entre o valor pago e o valor atualizado.
Assim, sem alternativa, celebrou com a ré OAS o termo de aceitação
à proposta comercial, reconhecendo o saldo devedor no valor
de R$ 51.004,29.
Decisão:
AULA 1: De início, destaco a inegável relação de consumo entre
as partes, inclusive em relação à cooperativa (BANCOOP)
JUIZA DESTACA A COBRANÇA DA OAS:
subsistindo discussão acerca da celebração do termo de aceitação
  a proposta comercial e a cobrança de novo resíduo. (pela OAS)
AULA 2: Ora, tal estipulação é nula, dada a natureza imperativa,
que revela evidente desequilíbrio em detrimento do consumidor,
ainda mais porque lhe impõe aceitação de valor apurado de forma
  unilateral, em desrespeito às próprias regras contempladas no
  estatuto da cooperativa e no compromisso de participação.
Ademais, a única opção apresentada aos cooperados interessados
  na aquisição do imóvel era justamente a aceitação do termo.
AULA 3 : está a corré OAS obrigada, na qualidade de sucessora
  dos direitos e obrigações da ré BANCOOP, à outorga da escritura
  pública venda e compra, INDEPENDENTEMENTE  do pagamento
  de saldo residual.
Diante do exposto, JULGO PROCEDENTES OS PEDIDOS declaro
inexigíveis  o saldo residual e quaisquer outras cobranças advindas
do negócio jurídico, bem como declaro a quitação do preço
pelos autores.
Por consequência, declaro suprida, com a presente sentença,
a manifestação de vontade das rés ( BANCOOP e  OAS)  operando,
em favor do autor BRUNO M D, a adjudicação do domínio do imóvel
descrito na inicial, em razão da anterior resistência das
rés (BANCOOP e OAS)
São Paulo, 19 de março de 2014.
MARIA FERNANDA BELLI / Juíza de Direito
Veja
==========================================================
Resumo:
Esta pessoa sem unidade assinou com a OAS depois se informou,
moveu o processo e em 4 meses com PROCESSO DIGITAL
  já tinha sentença e evitou pagar 50 mil desnecessariamente.
Viu como Juízes e Desembargadores  tem decisões TOTALMENTE
diferentes de ex advogados  de cooperados que viraram garoto
propaganda de construtora?
Em toda seccional que colocarem uma construtora essa regra
se aplica.
Querem seu dinheiro pra cobrir ROMBO, paga quem quiser !
è totalmente facultativo pagar a OAS.
só paga quem quiser, quem não quiser, exige na justiça sua
unidade ou escritura – SEM RISCO DE PERDER!
veja outras vitorias aqui
============================
esta foi a dica do NOVO GRUPO CASA VERDE
criado para orientar com INFORMAÇõES CORRETAS!
======================
forum
mcb
Anúncios

About Verdades Bancoop

VITIMAS DA BANCOOP

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: