Construtora OAS (bancoop) tenta despejar vitima e perde! NADIR

OAS TENTA POSSUIR IMÓVEL DA SRA NADIR E TEM PEDIDO NEGADO!

Neste caso a CONSTRUTORA SUCESSORA DA BANCOOP NOS CONTRATOS
tentou despejar uma senhora de 80 anos no BUTANTÃ.

Apresentou a ESCRITURA EM SEU NOME, mas o juiz negou
o pedido e ainda OFICIOU o Ministério Publico indicando
possível CRIME
da OAS.

VEJA PARA SE TRANQUILIZAR:

0016683-65.2012.8.26.0011
Imissão na Posse
Reqte:          OAS 06 Empreendimentos Imobiliários SPE Ltda.
Reqda:          Nadir S Rodrigues

PEDIDO DA OAS (SUCESSORA DA BANCOOP)

OAS 06 Empreendimentos Imobiliários SPE Ltda… propôs ação Imissão
Na Posse contra Nadir S Rodrigues, igualmente qualificado(a).

Alega (a OAS) ser PROPRIETÁRIA do imóvel descrito como apartamento
nº XX, do Edifício Politécnica, no Butantã.

Acrescenta que a requerida (NADIR)  exerce posse injusta sobre referido
bem, mesmo depois de notificada extrajudicialmente.

O imóvel integra o empreendimento imobiliário Altos do Butantã construído
em terreno objeto da matrícula XXX.XX composto por quatro torres
residenciais, contendo 400 unidades autônomas.

Tal empreendimento começou a ser erigido pela Cooperativa Habitacional
dos Bancários de São Paulo – Bancoop
, que, no entanto, paralisou-o antes
mesmo de terminar as obras, por não ter condições de levá-lo adiante,
Pleiteou a imissão na posse (queria despejar a SRA NADIR)

Decisão judicial:

A ação improcede.(da OAS)

A ré (SRA NADIR)  conforme documentos juntados na contestação,
QUITOU todas as parcelas do contrato com a Bancoop e a requerente
(OAS)  não adquiriu a unidade de Nadir S Rodrigues, mas assumiu
a posição contratual da Bancoop, o que, EM HIPÓTESE ALGUM , pode
afetar o direito adquirido pela autora (NADIR)  em decorrência da quitação.
(com a  Bancoop)

O documento de fls. 171/174 prova de forma cabal o pagamento integral
do preço ajustado com a Bancoop (termo de adesão)  com a consequente
quitação do débito para a aquisição do apartamento.

Na réplica,  a gigante da construção, OAS, reconhece o pagamento total
do preço, procurando, solapar tal pagamento ao nomeá-lo como “mera
estimativa”.

Tal assertiva elidida pela consistência do documento de quitação.

Anote-se há um erro na matrícula, porque o bem pertença à Nadir
Siqueira Rodrigues.

Nadir S Rodrigues quitou o preço total do imóvel em 01/10/2003…

A matrícula (IMOBILIARIA – ESCRITURA) feita pela OAS é, ao que tudo
indica, ILEGAL e tanto o é que foi feita em 19/10/2010.

A autora (OAS)  estava ciente que o preço já havia sido pago (a Bancoop)
e, em tese, à revelia da lei registrou imóvel.

——————————

DENÚNCIA CRIMINAL
——————————–

Extrai-se cópia desta sentença para que sejam encaminhados para
o Ministério Público, com base no art. 40 do Código de Processo Penal.
Frise-se que Nadir Siqueira Rodrigues é analfabeta e tem 80 anos.

Ante o exposto, JULGO IMPROCEDENTE a ação (da OAS)
oficie-se ao 18º Cartório de Registro de Imóveis, para que, por determinação
deste juiz de direito, retifique a matrícula, a fim de constar Nadir Siqueira
Rodrigues como proprietária do imóvel matriculado sob nº xxx.xxx

Juiz de  Direito: Dr. Regis Rodrigues Bonvicino

veja na integra:

http://bancoop.forumotion.com/t5242-0016683-6520128260011-oas-tenta-possuir-imovel-da-sra-nadir-indeferido#5289

================================================

RESUMO:

Neste caso o Juiz Dr Regis R Bonvicino disse que a pretensão da OAS
ao levar a matricula imobiliária (ESCRITuRA)  em seu nome ao juízo
sinalizaria possivel CRIME,  E MANDOU oficiar o Ministério Público apontando
a incidência do artigo  art. 40 do Código de Processo Penal,

Que diz:

Art. 40. Quando, em autos ou papéis de que conhecerem, os juízes ou tribunais
verificarem a existência de CRIME DE AÇÃO PUBLICA , remeterão ao Ministério
Público as cópias e os documentos necessários ao oferecimento da DENÚNCIA.

E completa o juiz dizendo, que na matricula imobiliária (ESCRITURA) DEVERIA
SER COLOCADO O NOME DA COOPERADA BANCOOP E RETIRADO O NOME
DA OAS.

===================================

PENSE:
Surge uma questão

Você não viram recentemente e-mail de ‘’advogado’’ dizendo que:

1.      “Se eu não assinar nada, ninguém pode me cobrar”

…o terreno precisa ser pago e a regularização precisa efetuada.
A propriedade do terreno, passa a ser de quem o quitou junto aos
vendedores, neste caso, da OAS

Se o indivíduo se recusa a aderir a solução em vigor, ele passa
a ocupar o imóvel de forma irregular.

PERGUNTO:

Depois desta sentença, como fica esta FALSA AFIRMAÇÃO  FEITA
PARA LHE ASSUSTAR?

Por isso esta em funcionamento a NOVA ASSOCIAÇÃO CASA VERDE
FEITA PARA LHE AJUDAR SE LIVRAR DE INFORMAÇÕES ERRADAS

Contato:

novacasaverde@gmail.com

O juiz disse que a ESCRITURA estava errada e o nome da OAS era um possível CRIME
a ser apurado pelo MPSP, então porque tem gente que diz ser advogado
pregando o contrario ao pensamento jurídico correto?
=================

NÃO ASSINE NADA E ESTARÁ LIVRE COMO A SENHORA NADIR

 

forum mcb

Anúncios

About Verdades Bancoop

VITIMAS DA BANCOOP

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: