Juiz manda bancoop devolver 328 mil (Moema Tower)

MOEMA TOWER – TERRENO FOI VENDIDO PARA UMA CONSTRUTORA!

Bancoop não devolve o dinheiro da vitima que investiu no local!

——————————————-

Fórum Central Processo nº: 583.00.2010.109675-0

Requerido BANCOOP – COOPERATIVA HABITACIONAL
DOS BANCARIOS DE SÃO PAULO

Requerente MARCO A M
Advogado: 268783/SP FELIPE MOUSSA IBRAHIM

O CASO DA VITIMA:

Comprou no MOEMA TOWER, nao saiu, foi para o LIBERTY que não saiu!
moveu ação para reaver o dinheiro.

Juiz explica:

se associou à ré em 05 de maio de 2.004, visando adquirir unidade imóvel
localizada no Condomínio “Moema Tower Duplex Residence”, na Alameda
dos Maracatins, nº 426/456, Moema, nesta Cidade de São Paulo.

Procedeu ao pagamento dos valores exigidos a título de entrada, na cifra de R$ 59.300,00 (cinquenta e nove mil e trezentos reais), porém diante do estado precário da obra após o prazo assinalado para sua realização, o autor acabou celebrando acordo com os representantes da ré a fim de que seu crédito fosse utilizado na aquisição de outros apartamentos.

transferido para o LIBERTY (estava inacabado)

Ocorre que, apesar de celebrado o acordo, e transferido o crédito disponível
para aquisição de um apartamento no Edifício Liberty Boulevard Residence,
localizado na Rua Conselheiro Furtado, nº 868, Bairro da Liberdade, nesta
Cidade de São Paulo, acabou por constatar o autor que também esta construção
estava com seu cronograma de obras totalmente atraso.

Alega que desta forma o contrato principal e nem o posterior acordo podem
ser cumpridos, por culpa da ré, que se recusa a devolver os valores pagos,
sem abatimento de certo percentual e de forma parcelada, contrariando
frontalmente as disposições do Código de Defesa do Consumidor.

Requer a procedência do pedido inicial, a fim de ver rescindido o contrato
celebrado com a ré, além de sua condenação na devolução de todos os valores
pagos, devidamente atualizados e desde a data do efetivo desembolso,
indenização por danos morais, além dos demais consectários legais.


DECISÃO JUDICIAL:

Posto isso, JULGO PARCIALMENTE PROCEDENTE a presente ação e o faço para
declarar rescindido o contrato anteriormente celebrado entre as partes por
culpa da ré e, para condená-la a devolver ao autor a quantia de R$ 328.097,53 (trezentos e vinte e oito mil e noventa e sete reais e cinquenta e três centavos), atualizada desde o ajuizamento da ação e acrescido de juros moratórios
de 1% (um por cento) desde a data do efetivo desembolso das parcelas.

Tendo em vista que o autor decaiu de parte mínima de seu pedido, condeno
a ré (BANCOOP) a reembolsar as custas e despesas processuais devidas,
assim como, condeno-a no pagamento de honorários advocatícios que ora
arbitro, por equidade, nos termos do artigo 20, §4º, do Código de
Processo Civil, na quantia de R$ 2.000,00 (dois mil reais), devidamente
atualizada a partir da publicação desta sentença. P.R.I.

São Paulo, 1º de outubro de 2.010.
VALÉRIA LONGOBARDI MALDONADO Juíza de Direito

=================================

fotos do local – vitimas nao receberam dinheiro aplicado.
mas terreno foi vendido, e existe obra no LOCAL.

CLIQUE NA FOTO PARA AMPLIAR

==================

FORUM
MCB

Anúncios

About Verdades Bancoop

VITIMAS DA BANCOOP

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: