COMO O MINISTÉRIO PÚBLICO TEM AJUDADO AS VITIMAS DA BANCOOP?

COMO O MINISTÉRIO PÚBLICO TEM AJUDADO AS VITIMAS DA BANCOOP?

Desde 2007 os integrantes do MPSP estão emitindo pareceres de grande importância. Veja exemplos:

(1) O especialista em direito dos consumidores, o Dr. Marco A. Zanellato foi um dos primeiros a se manifestar e junto com o Conselho Superior propor ação contra a Bancoop, disse em 2007 em documento publicado pelo MPSP: Seria muita falta de sensibilidade social e de comprometimento com a tutela de uma pletora de cooperados-consumidores que vem sendo vítimas de práticas abusivas. Hoje ele atua como Secretario executivo da procuradoria de Justiça de Interesses Difusos e Coletivos do MPSP.

(2) Depois o Dr. José Carlos Blat na área criminal externou que: a Bancoop era uma organização criminosa, e iniciou a investigação criminal, culminando na sua participação na CPI BANCOOP, e na denuncia feita e ACEITA pela juíza criminal em 2010, este promotor não mediu esforços e ouviu mais de 80 pessoas entre funcionários e vitimas da Bancoop. (3) O promotor Dr. Joao L Guimaraes, já havia pedido a desconsideração da Bancoop e a responsabilização dos dirigentes da entidade.

(4) Na sequencia o Dr. Rossini l. Jota confirmou este pedido em 2° instancia, com um estudo aprimorado do caso, destacando a necessidade da DESCONSIDERAÇÃO. Hoje ele atua como Vice-secretário executivo da procuradoria de Justiça de Interesses Difusos e Coletivos do MPSP.

(5) A Dra. Dora Bussab, hoje integrante do Conselho Superior do MPSP, já havia emitido longo e IMPORTANTÍSSIMO parecer na ação do SOLAR DE SANTANA, tornando este documento um exemplo didático de analise técnica, condenando na analise a administração da Bancoop.

(6) Outra participação importante foi do Dr. Edgard Moreira da Silva, integrante do Conselho Superior em 2011, que teve a missão de analisar o caso e pedido de intervenção na Bancoop, após longa analise deu seu VOTO, que passa a ser exemplo literário e didático para muitos, seu VOTO foi fundamentado após analise da denuncia criminal compartilhada no processo, seu trabalho foi tão importante que foi APROVADO por todos integrantes do Conselho e por 10 votos a zero, lembramos que todas estas 10 pessoas são ALTAMENTE GABARITADAS e com Curriculum para causar inveja a qualquer um, todos eles perceberam que as vitimas da Bancoop estavam sendo prejudicadas pelos dirigentes que se revezam no poder da entidade, culminando com a determinação para AÇÃO DE INTERVENÇAO, que em breve será proposta.

MATEMATICA: Se somarmos todos que votaram a favor da ação cível publica de 2007 (foi 9 a 2), este procuradores citados acima (5), e todos os 10 que votaram por INTERVENÇÃO, somamos 24 pessoas do MPSP opinando a nosso favor, depois deste empenho evidente temos algo a reclamar? Pelo contrario, o empenho do MPSP no caso Bancoop é motivo de orgulho entre os cooperados vitimas!

Texto contribuição: Sr. Marcos S. Migliaccio (Conselheiro da Associação Cachoeira)

Anúncios

About Verdades Bancoop

VITIMAS DA BANCOOP

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: