Membros da CPI Bancoop visitam esqueletos inacabados. 17/06/10

Membros da CPI Bancoop visitam esqueletos inacabados.

17/06/2010 20:27

Membros de CPI visitam obra da Bancoop

Com a falta de quorum para a sessão ordinária da CPI da Bancoop, que ocorreria na terça-feira, 15/6, os deputados Bruno Covas, Ricardo Montoro e Samuel Moreira (todos do PSDB) que estavam na reunião, aproveitaram o tempo livre na agenda para fazer uma diligência em caráter informal em um dos empreendimentos da Cooperativa Habitacional dos Bancários (Bancoop). A visita foi ao condomínio Bela Cintra, onde há um prédio pronto, já com moradores, e um esqueleto inacabado.
No local, os deputados conheceram uma moradora do empreendimento que trabalhou para o Bancoop como vendedora. A moradora contou aos deputados que saiu do emprego ao perceber que as obras estavam paradas, apesar de continuar fazendo as vendas. Ela enfatizou aos parlamentares que perdeu amigos e ficou doente por causa dos problemas nas obras. Os deputados a convidaram para depor espontaneamente na CPI.
Na visita, foi possível constatar que o esqueleto está abandonado, tendo os acessos lacrados. No local não há limpeza e nem foi feita a dedetização, segundo a moradora. No prédio já pronto e habitado, há também vários problemas, como vazamentos, o que pôde ser facilmente apurado na garagem, além de os moradores não terem as escrituras.
O deputado Ricardo Montoro disse que ficou “estarrecido” com a situação deixada pela cooperativa. “A visita foi importante para verificarmos, pessoalmente, a situação dos empreendimentos fiscalizados. Fico cada vez mais horrorizado com o descaso com os cooperados”, disse o deputado.
Para Bruno Covas “mais uma vez confirma-se a total falta de compromisso da Cooperativa dos Bancários com seus cooperados. Com duas torres, o empreendimento está com uma delas paralisada há mais de cinco anos, assim como a área social que jamais foi feita”.
Samuel Moreira aprovou a atividade dos membros da comissão. “A diligência foi uma boa oportunidade para conferirmos in loco o que temos ouvido nos depoimentos dados à CPI “, afirmou o deputado.

CPI da Bancoop

Com finalidade de investigar supostas irregularidades e fraudes praticadas contra cerca de 3 mil cooperados da Bancoop, a CPI até o momento ouviu várias testemunhas, como cooperados e prestadores de serviço.
Segundo o presidente da CPI, deputado Samuel Moreira “já se pôde apurar um esquema de emissão de notas frias por parte de prestadores de serviço”. Outro ponto que tem chamado a atenção é a situação dos cooperados. “Muitos já pagaram seus empreendimentos, mas estes ainda não foram construídos. Outros moram no local, mas não têm as escrituras”, ressalta Samuel Moreira.

Ricardo Montoro, Samuel Moreira e Bruno Covas em frente ao esqueleto da segunda torre: obra está parada há cinco anos

http://www.al.sp.gov.br/portal/site/Internet/menuitem.4b8fb127603fa4af58783210850041ca/?vgnextoid=f6b3657e439f7110VgnVCM100000590014acRCRD&id=e0cc7a006a749210VgnVCM100000600014ac____

Anúncios

About Verdades Bancoop

VITIMAS DA BANCOOP

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: